domingo, 30 de outubro de 2011

Blog: ambiente de aprendizagem e comunicação da era digital.


Blogs são sites de rápida atualização através de postagens, que são organizadas em ordem cronológica inversa. Um blog pode apresentar conteúdos em formatos diversos como: textos, vídeos, imagens, enquetes e links para outros blogs, isso para citar alguns.
É uma ferramenta digital que surgiu discreta, como uma versão eletrônica dos diários com o diferencial da exposição, divulgação do pensamento e ações de seus autores numa bela representação das idéias de Paulo Freire quando este defende a alfabetização como um processo de aprendizagem da autoria da própria história.
“Talvez seja este o sentido mais exato da alfabetização: aprender a escrever a sua vida como autor e como testemunha da história, isto é, biografar-se, existencializar-se, historicizar-se.” (FREIRE; GUIMARÃES, 1987, p.10)
Assim, a facilidade de uso, bem como as possibilidades de construção no espaço dos blogs, que são, de longe, mais práticos que sites ou páginas mais elaboradas, e não menos interessantes, fizeram e fazem desse recurso um espaço de autoria e colaboração de grande riqueza tanto para a comunicação de modo geral, como para a prática pedagógica e aprendizagem escolar.
A utilização dos blogs em projetos de aprendizagem se mostra viável desde seu planejamento até a divulgação dos resultados finais, e ampliando esta possibilidade, da sala de aula para a escola, pode ser até considerado mais um espaço multirecursos, onde projetos inteiros podem ser planejados, ter algumas etapas desenvolvidas nele, e ter apresentação de seus resultados com recursos de mídia diversos, com um aspecto novo muito importante: o estudante como participante ativo e direto de todo o processo de criação e desenvolvimento dos planos.
É pelo exercício da autoria (análise-reflexão-síntese) que damos significado ao aprendizado. O receber a informação não garante apreensão consciente da mesma. E esse é o foco observado em muitos dos blogs educacionais visitados. Estudantes distribuídos na alimentação dos blogs dos projetos em que estão inseridos.
Como no site de blogs Blibie onde se apresenta blogs em diferentes categorias, de acordo com o que querem divulgar ou compartilhar sendo a divulgação um ponto comum entre eles. Os autores são indivíduos ou grupos organizados numa dinâmica de pesquisa e busca de respostas muito interativa, tanto entre os autores, quanto desses com os visitantes dos blogs. 
A possibilidade de dirigir as pesquisas dos estudantes é outro aspecto significativo na utilização dos blogs como ferramenta na prática pedagógica, bem como a rapidez nas trocas de informação e colaboração entre estudantes e entre estes e os professores.
Até para um professor que não está inteirado dos recursos disponíveis na rede, existem endereços diversos que “divulgam” experiências bem sucedidas no uso das TICs assim como diversas aplicabilidades do uso dos weblogs, que é o caso do webeduc que apresenta varias tecnologias que são utilizadas para “produção de conteúdo para internet” (GUIA DO CURSISTA, p.111). Assim, o professor pode se inserir com um novo papel no processo de ensino e aprendizagem, se colocando num mesmo tempo de aprender onde professor aprende a ensinar na era digital, ensinando seus estudantes a aprender a aprender no mesmo tempo; isso sem contar a mudança na relação professor aluno, como bem discorre Paloma Cotes no texto “ Quer aprender? Crie um blog” para a Revista Época:
“Plugados, crianças e adolescentes de hoje acabam se identificando com o professor blogueiro, pois o mestre que está ali para ensiná-los também está disposto a aprender no mesmo universo virtual em que eles adoram navegar”. (COTES, 2007).


REFERÊNCIA


Um comentário:

ANTONIO RANGEL COSTA disse...

Oi Raquel, tudo bem? Parabéns pelo Blog!!!!! Abraços, Rangel.

Postar um comentário

Vamos lá pessoal! Sua participação é muito importante. Não saia sem comentar.

 
;